Seu rosto parece estar “derretendo”?

rosto-derretendo-dermatologia

Saiba de que forma os tratamentos dermatológicos podem te ajudar

Ao longo dos anos, devido ao processo de envelhecimento, as estruturas que compõem a face, desde as mais profundas, como o arcabouço ósseo, coxins de gordura até a pele, sofrem um processo de reabsorção e deslocamento, que associada a perda progressiva do colágeno e frouxidão dos ligamentos que ajudam na sustentação dos compartimentos do rosto, ocasionam o chamado ‘derretimento facial’. Daí notamos a formação progressiva de bolsas, sulcos, rugas e flacidez.

A associação de alguns procedimentos dermatológicos, tem tornado o tratamento para essa queixa cada vez mais eficaz e satisfatório, já que proporcionam reposição da perda de volume, melhora da sustentação, da flacidez e da qualidade da pele.

Um forte aliado no tratamento para esse problema estético é a aplicação do ácido hialurônico no local onde foi perdido o volume ou a sustentação da face. Com o conhecimento da anatomia, a utilização de material adequado, em quantidade correta, o resultado é de reconstrução facial.

Harmonização Facial

Este tipo de tratamento ficou conhecido como HARMONIZAÇÃO FACIAL, pois, além de corrigir mudanças faciais que vieram com a idade, também melhora suas proporções e a aparência de um rosto que não necessariamente tinha algum defeito, mas pode se tornar sua melhor versão, melhorando a satisfação do paciente. Com a utilização de algumas técnicas, como a do MDcodes, através da codificação de áreas da face, injetamos o ácido de maneira a repor a perda que ocorre devido à reabsorção óssea e à atrofia da gordura facial, melhorando os contornos faciais, reduzindo áreas de atrofia e rejuvenescendo a face.

Contamos ainda com os bioestimuladores de colágeno, como o hidroxiapatita de cálcio e ácido poli-L-lático, que promovem uma reação inflamatória capaz de determinar a geração de colágeno novo na pele. Eles possuem efeito gradual e atuam no bioestímulo da produção do próprio colágeno do paciente. Com o tempo, ocorre uma redensificação dérmica, reorganização do subcutâneo e melhora da qualidade de pele. Em outras palavras, eles trazem de volta a sustentação da pele ao aumentar a densidade da derme e restaurar a firmeza perdida ao longo dos anos.

Hoje também contamos com os fios de PDO, compostos de polidioxanona, que promovem, além do lifting dos tecidos, o estímulo da produção de colágeno, através do processo cicatricial em torno deles.

Entre as técnicas não invasivas, temos a radiofrequência, o ultrassom micro e macrofocado, os lasers ablativos e o microagulhamento manual e robótico. Atuando nas camadas da pele, essas tecnologias auxiliam na estimulação da produção de colágeno, dando mais sustentação e firmeza à pele, melhoram a sua aparência, manchas, perda de brilho, de elasticidade, e as rugas de expressão.

Conclusão

A depender de cada caso, a melhor combinação de tratamentos será indicada, já que cada indivíduo possui necessidades diferentes. Uma boa avaliação prévia com seu dermatologista de confiança é fundamental para a individualização e sucesso do tratamento, além de garantir um envelhecimento natural e saudável.

 

Por: Dra. Julyanna do Valle Lima
Dermatologia
CRM/GO: 16116 | RQE: 10437
  • apharaceutica
Rolar para cima