Queda de cabelo na gravidez: O que pode ser?

gravidez-queda-cabelo

Estou preocupada porque meus cabelos continuam caindo durante a gravidez, o que pode ser? Durante a gravidez raramente observamos queda de cabelo, essa geralmente se ocorre, ocorre nos primeiros meses da gestação e, ou bem no final dela.

Queda de cabelo na gravidez

De acordo com a Dra. Lorena Dourado Alves, dermatologista com Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e com formação em Tricologia (ciência que estuda o cabelo) pela Faculdade de Medicina do ABC e pela USP as mulheres que usam anticoncepcional por um tempo prolongado, ao parar de tomar o anticoncepcional, costumam apresentar queda de cabelo.

Aquelas mulheres que engravidam rápido, podem persistir com a queda de cabelo no início da gestação já que ainda estão com o efeito da queda de cabelo provocada pela parada do anticoncepcional.

Essa queda de cabelo da parada do anticoncepcional é a que chamamos de “Eflúvio Telógeno”, e é o mesmo nome que damos a queda de cabelo do pós-parto, embora o desencadeante seja diferente. “O Eflúvio Telógeno ocorre por alterações que levem um grande número de folículos pilosos a mudarem rapidamente de fase no ciclo capilar, levando a um aumento da queda.

A partir de que mês na gestação o cabelo começa a cair?

Pode ter várias causas diferentes, frequentemente inicia-se de dois a quatro meses após o fator desencadeante, e dura em média de um a cinco meses”, explica a Dra. Lorena.

Outras mulheres quando passam por problemas de saúde durante a gestação ou por fatores estressantes intensos também podem apresentar queda de cabelo em qualquer fase da gestação, mas essa, como explicado anteriormente pela Dra. Lorena Dourado, é mais comum no início da gestação quando algumas mulheres sofrem com os enjoos e vômitos frequentes.

Na gestação, todo seu organismo passa por alterações hormonais e é um momento ótimo para os cabelos, momento com grande crescimento e quase nenhuma queda. Durante a gestação o importante é manter os cuidados básicos com os cabelos para mantê-los bonitos e saudáveis, orienta a Dra. Lorena Dourado.

A receita para ter cabelos sadios e com boa aparência inicia-se, segundo a Dra Lorena, com os cuidados em relação à lavagem. Lave bem as raízes e o couro cabeludo, utilizando os condicionadores apenas nas pontas. Durante essa fase da pandemia estamos lavando os cabelos com uma frequência maior então, devemos utilizar shampoos que ressequem menos os cabelos e usar condicionadores para hidratar os cabelos. O uso frequente de secadores ou chapinhas é ruim, pois estes aquecem a haste do fio podendo gerar bolhas que deixam os cabelos fracos e sem brilho.

Na fase de gestação e amamentação é preciso evitar as químicas como alisamentos, relaxamentos, etc. Antes de fazer qualquer química, mesmo as tinturas, consulte seu dermatologista e ginecologista para que estes avaliem quando será o melhor momento e qual o produto mais indicado, alerta a Dra Lorena Dourado.

Conclusão

Portanto, diante do diagnóstico de Eflúvio Telógeno, deve-se manter a calma, já que sabe-se que é uma fase passageira e na maioria das mulheres a queda de cabelo cessa com reposição total dos fios, principalmente nos casos que ocorrem durante a gestação.

“O importante é tomar os devidos cuidados para se manter saudável. Deve-se eliminar as causas agravantes da queda de cabelos como infecção, virose, anemia, estresse ou qualquer outro motivo que leve a uma piora na queda. Tenha uma alimentação balanceada, evitando as deficiências nutricionais e repondo qualquer falta, se necessário.”, ressalta a Dra Lorena Dourado.

De toda forma se estiver com queda de cabelo, o ideal é procurar um dermatologista com Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia para que ele faça uma avaliação clínica do cabelo e inicie o tratamento adequado, se necessário. “Fique tranquila, pois, aos poucos, na maioria das mulheres, a queda vai parar e o cabelo vai ficar bonito e saudável. O mais importante é curtir esse momento tão especial da sua vida da melhor maneira possível, já que os 9 meses da gestação passam muito rápido!”, conclui a Dra. Lorena Dourado.

 

Por: Dra. Lorena Dourado
Dermatologia
CRM/GO: 11663 | RQE: 7207

  • gennesys-consulting-goiania

Rolar para cima