Quantos feijões permeiam os seus sonhos?

willian-kelly-apharmaceutica

Se você tem um objetivo, prepare-se para os feijões. Eles aparecem de diferentes formas, seja como os desafios relacionados à gestão financeira, liderança da equipe ou mesmo clientes mal-intencionados.

Em 2017, a aPharmacêutica teve uma cliente recorrente, que realizava a compra de uma medicação especial conosco. Já era o quarto pedido realizado quando, no momento da entrega, essa cliente pediu que levássemos o frasco até ela no estacionamento, ao invés dela subir até a loja.

Atendemos ao pedido dela. O colaborador desceu com a medicação e entregou. Mas, no momento de realizar o pagamento, a cliente se recusou, alegando que precisava da Nota Fiscal antes. Apesar dele explicar que poderia enviar a NF por e-mail ou mesmo voltar na loja e emitir, ela se recusou, devolveu a sacola e foi embora.

Já de volta à loja, ele me entregou o frasco. Nesse momento, vi que o rótulo estava gasto. E, mais: com um olhar mais atento, percebi que a data era a do mês anterior e a embalagem estava cheia de feijões ao invés da medicação. A cliente havia trocado os frascos. Nunca mais conseguimos contato com ela e ficamos no prejuízo.

Uma situação inusitada, mas que representa bem os desafios únicos e diários de quem se dedica à construir o próprio negócio. Por essa razão, é fundamental desenvolver tanto o conhecimento técnico, quanto a expertise para gerenciar suas emoções, prejuízos e a equipe, afinal, uma empresa não se resume ao CNPJ, pelo contrário, ela é formada por vários CPFs.

Em 2012, o anseio de empreender compartilhado por mim, Kelly Cobalchini, e pelo meu esposo, Wilian Lopes, marcou a nova fase da aPharmacêutica. Ali, começou a nossa jornada de construir, renovar e ampliar não só a loja, mas também as promessas que ela trazia consigo.

Estando à frente da empresa, me reinventei, adaptei-me ao novo papel e, principalmente, aprendi a liderar. Compreendi que o líder não é aquele que se impõe o peso de agradar a todos, pelo contrário, é aquele que inspira a evolução das pessoas ao seu redor.

Particularmente, entendo que os sonhos nascem do propósito. Entretanto, é no planejamento e dedicação constantes, que eles se tornam de fato reais. Eu tive muito receio no começo por pensar: “não tenho essa habilidade”, mas, quando nos conhecemos, sabemos do nosso potencial e força. Dessa forma, entendemos que podemos ser e alcançar tudo o que almejamos.

Por esse motivo, acredito que o sucesso e a prosperidade são atraídos pelo compromisso irrevogável com as pessoas, sejam elas clientes, colaboradores ou fornecedores. O retorno financeiro é atraído pelo trabalho feito com propósito. Uma empresa de sucesso não nasce do ego do empresário, ela nasce do comprometimento com as pessoas.

Assim, torne-se tudo o que você tem potencial para ser. Aprenda, persevere, avance e alcance os resultados que só a dedicação proporciona. E, bem, se a vida colocar feijões no seu caminho, lembre-se: o propósito ganha da adversidade!

Texto por Brenda Marília – Relações Públicas

Conheça mais sobre a A PHarmaceutica em seu site: apharmaceuticaph.com.br/

  • pharmaceutica-revista-mais-saude
Gostou? Compartilhe!
Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Email
Você vai gostar também
Rolar para cima