Conecte-se com sua coluna!

coluna-conecte-pilates

Sua coluna, como o próprio nome sugere, é um suporte vertical que funciona como uma estrutura de sustentação da sua cabeça, dos seus braços, dos seus órgãos internos e da conexão neural-muscular-fascial entre essas estruturas e os seus quadris, coxas, pernas e pés.

Quando você passa horas em uma mesma postura sentada, todas essas conexões são estiradas e/ou tensionadas, por isso, hoje em dia fala-se tanto sobre “boa postura”. A tal “boa postura” muitas vezes é relacionada a uma questão estética, porém, ela vai muito além.

Ao passar horas na postura sentada ao computador, estudando ou assistindo TV, você sobrecarrega a sua coluna e acaba por curva-la demasiadamente para frente e tracionar os tecidos da parte de trás de todo o seu corpo, desde os pés até a sua cabeça, além de tencionar também os músculos do pescoço, ombros, peito e quadris. Entretanto, os músculos do seu abdômen relaxam e todo o peso da parte de cima do seu tronco pesa sobre seus órgãos internos.

Esses desequilíbrios podem desencadear disfunções que causam dor e consequentemente atrapalham as suas atividades diárias, listei 5 itens:

  1. Dor no pescoço e no dorso que pode descer para os braços ou subir para cabeça;
  2. Dor na lombar e no quadril que pode descer para as virilhas ou mesmo até os pés;
  3. Dor na articulação temporomandibular que pode causar desordens no aparelho mastigador, bem como à dor de cabeça;
  4. Desgaste, degeneração e inflamação das articulações e demais estruturas da coluna, tais como os ligamentos, os músculos e os nervos.

Você deve estar pensando… “Como posso prevenir esses problemas, se eu passo muitas horas nesta postura/posição?”

Vamos lá! Existem algumas atividades que te ajudam a prevenir e até mesmo cuidar da sua coluna, aí vão 5 dicas:

  1. A cada 40 minutos saia da postura sentada, se espreguice e se possível caminhe;
  2. Evite ficar horas no sofá e procure assentos mais firmes e que possibilite você apoiar todo o seu pé no chão, ou use adaptadores ergonômicos;
  3. Coloque uma almofada ou apoio ergonômico entre a lombar e o encosto da cadeira;
  4. Desenvolva o hábito de se alongar diariamente;
  5. Pratique exercícios físicos que tenham foco na melhora postural, na força de músculos profundos do tronco e na consciência corporal, tais como Pilates e Low Pressure Fitness (LPF).

Para uma melhor orientação específica para os sintomas que você tenha sentido, nos procure para uma avaliação personalizada. Conecte-se com sua coluna!

 

Por: Dra. Gracielli Manso
Fisioterapia
Crefito: 91676-F
  • quero-ouvir
Rolar para cima