Cirurgia Íntima Feminina: Quando é indicada?

cirurgia-intima-feminina
A cirurgia íntima feminina é a cirurgia plástica da região genital, e suas indicações variam entre tratar problemas de saúde e/ou também para melhorar a sua aparência.

 

Primeiramente, trata-se de uma cirurgia que só pode ser realizada após os 18 anos de idade, quando a genitália já se desenvolveu completamente, além disso, a genitália feminina também pode sofrer alterações durante a gravidez e também na menopausa, por isso não existe um momento mais indicado para a mulher recorra ao tratamento.

Indicação e Cuidados:

Normalmente as mulheres buscam por esse tratamento com o intuito de se sentirem melhor com o próprio corpo, mas além da estética, a cirurgia pode servir como tratamento para quem sente dor durante a relação sexual e falta de libido, ficando mais confortável durante o contato íntimo.

 

Indicações da cirurgia íntima feminina

A cirurgia plástica na região íntima feminina pode ser usada para tratar fatores estéticos, emocionais e/ou por razões médicas.

Mas é importante esclarecer que na maioria dos casos de cirurgia íntima feminina o objetivo é deixar a região mais ‘bela’, mas isso também é muito subjetivo e pessoal, por isso antes de tomar uma decisão drástica de realizar uma cirurgia de rejuvenescimento vaginal, a mulher pense sobre o assunto, converse com seu parceiro e realize uma consulta para esclarecer suas duvidas.

Razões estéticas e/ou emocionais:

  • Redução do prepúcio do clitóris para que ele fique mais exposto e a mulher tenha mais prazer;
  • Rejuvenescimento vaginal através do clareamento genital, quando a mulher acha que sua genitália é muito escura;
  • Lipoaspiração do monte de Vênus, quando a mulher acha que sua vulva é muito grande, alta ou larga;
  • Redução dos pequenos lábios vaginais, para que fiquem menores que os grandes lábios;
  • Colocar um novo hímen, para que a mulher ‘volte’ a ser virgem novamente.

Razões médicas:

  • Redução dos pequenos lábios vaginais, necessária quando causa desconforto durante a atividade física, no uso de certo tipo de roupa, dor ou aprisionamento dos lábios durante a penetração;
  • Ninfoplastia para a redução do tamanho da vagina após observar frouxidão vaginal após o parto vaginal, ou alguma alteração que interfere na penetração e satisfação sexual da mulher;
  • Perineoplastia para combater a bexiga caída ou incontinência urinária.

 

Como é realizada a cirurgia?

O procedimento pode durar de 50 minuta a uma hora e meia, com anestesia local, e a paciente está liberado para ir para casa no mesmo dia, podendo voltar ao trabalho em 2 dias após a cirurgia, se o trabalho não envolver intenso esforço físico.

O médico mais indicado para realizar esse tipo de procedimento é a ginecologista especialista em cirurgia plástica. Por não existir um padrão único sobre que tipo de procedimento é mais indicado para cada caso, sempre procure a médica especialista para definirem juntas qual o tratamento mais indicado para o seu caso.

 

Por: Dra. Ana Flávia Cavalcante
Médica Ginecologista
CRM/GO: 13536 | RQE: 8083

 

  • michelle-branquinho
Rolar para cima