O que é bursite no cotovelo e quais são os sintomas?

Bursite no cotovelo

A bursite no cotovelo é uma inflamação do saco sinovial (bursa) localizado na parte de trás do cotovelo. Essa lesão causa dor na parte de trás do cotovelo tanto no suporte quanto na palpação.

Ao longo desse artigo você entenderá mais sobre o assunto.

O que é bursite no cotovelo?

A bursa é um saco sinovial cheio de líquido localizado na parte de trás do cotovelo. A função desta bursa é proteger a junta do atrito, permitindo assim o movimento adequado entre as articulações.

É coberto por pouco tecido mole, o que o leva a ser mais propenso à inflamação.

As causas mais comuns são:

  • Suporte prolongado de cotovelos na mesa
  • Trauma no cotovelo
  • Uso excessivo do cotovelo
  • Infecção na bursa do cotovelo

Quais são os sintomas da bursite no cotovelo?

Os sintomas podem incluir:

  • Dor, especialmente ao mover o cotovelo ou quando a pressão é colocada sobre ele.
  • Inchaço. Você pode sentir um nódulo na parte de trás do cotovelo afetado. O inchaço ou nódulo é causado por um aumento na quantidade de líquido na bursa e é sensível quando é movido ou tocado.
  • Vermelhidão, veias vermelhas, sensação de calor, febre e linfonodos inchados na axila, causados por uma infecção.

Como é diagnosticada a bursite no cotovelo?

É provável que o seu médico consiga diagnosticar a partir de um histórico médico e de um exame físico. Se o inchaço for resultado de uma lesão, uma radiografia pode ser necessária para determinar se o cotovelo está fraturado ou não.

Se o seu médico estiver preocupado com uma infecção no cotovelo, ele pode drenar o fluido do cotovelo com uma agulha e fazer com que o fluido seja examinado por um laboratório.

Como agir diante da dor?

Tanto a bursite séptica quanto a não séptica são patologias irritantes. Portanto, recomendamos que você siga as seguintes dicas para que sua dor não piore antes de ir a um centro de fisioterapia:

O que é aconselhável fazer?

  • Descanso – diminua a atividade esportiva e a atividade diária com um período de descanso.
  • Frio – aplique frio na parte de trás do cotovelo por um período máximo de 20 minutos para reduzir a inflamação.
  • Exercícios – exercícios de mobilidade para evitar atrofia muscular sem forçar a articulação (sem dor).

O que é aconselhável evitar?

  • Apoie seus cotovelos – evite contato direto com superfícies duras, como mesa ou braços.
  • Faça movimentos forçados – evite movimentos forçados ou posições do cotovelo que agravem a dor.
  • Infecções – cuide de feridas abertas que podem causar infecções do saco sinovial.

Como a bursite no cotovelo é tratada?

O tratamento da bursite súbita (aguda) pode incluir a drenagem do excesso de líquido com uma agulha, seguido de injeções de medicamentos para reduzir a inflamação e promover a cicatrização.

O tratamento da bursite constante (crônica) se concentra em ensiná-lo a evitar se apoiar nos cotovelos, proteger seus cotovelos com cotoveleiras durante atividades esportivas e usar medicamentos anti-inflamatórios. 

Você pode precisar de antibióticos para tratar a infecção e pode precisar de cirurgia para drenar ou remover a bursa.

Benefícios da fisioterapia

Bursite no cotovelo
Bursite no cotovelo

Sendo uma lesão no saco sinovial, é aconselhável tratá-lo o mais rápido possível para que a bursa não perca suas propriedades protetoras. 

Nos estágios iniciais, a bursite causa dor e inflamação do cotovelo, portanto, o tratamento fisioterapêutico consistirá em:

  • Técnicas para aliviar e controlar a dor
  • Drenagem linfática para reduzir o inchaço e eliminar substâncias residuais

Nos estágios mais avançados, quando a inflamação diminuir, o tratamento consistirá em:

  • Técnicas para reduzir as aderências da fáscia
  • Técnicas para relaxar os músculos 
  • Eletroterapia
  • Exercícios de fortalecimento muscular
  • Exercícios para recuperar a amplitude de movimento articular

Tags relacionadas: #bursite no cotovelo tratamento caseiro #bursite no cotovelo fotos #bursite no cotovelo tem cura #bursite cotovelo causas #bursite no cotovelo sintomas

Gostou? Compartilhe!
Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Email
Você vai gostar também
Rolar para cima